Seguidores

segunda-feira, 23 de julho de 2012

Gatil é inaugurado no Centro do Rio de Janeiro

A Prefeitura do Rio inaugurou, agora à tarde, o primeiro gatil público da cidade. Localizado no Parque Noronha Santos, na rua Pereira Franco, sem número, no Centro do  Rio, o Gatil São Francisco de Assis tem capacidade inicial para 300 animais. Ele vai abrigar os felinos do Campo de Santana e contará com um centro de esterilização gratuito do Programa Bicho Rio, além de um posto permanente para adoção de gatos. O secretário de Promoção e Defesa dos Animais, Luiz Gonzaga Leite, ressaltou a importância do local escolhido para a implantação do projeto. 

 
Ouça o secretário de Promoção e Defesa dos Animais
 
 
O gatil estará aberto para visitação de segunda a sexta- feira, das 9h às 17h. Todos os visitantes deverão levar documento de identificação.



Unidades do gatil da prefeitura na Avenida Presidente Vargas, no Centro, inaugurado nesta terça-feira
Foto: Daniela Dacorso / O Globo

RIO - O Rio ganhou nesta terça-feira seu primeiro gatil público. Com capacidade para 300 animais, o Gatil São Francisco de Assis foi instalado pela prefeitura, ao custo de R$ 400 mil, no Parque Noronha Santos, na Avenida Presidente Vargas, no Centro. A inauguração aconteceu ainda sem gatos. Segundo a Secretaria Especial de Promoção e Defesa dos Animais, os bichanos serão transferidos do Campo de Santana para o novo espaço a partir de segunda-feira.
— Como estamos inaugurando hoje (terça-feira), evitamos trazer os gatos, para não estressá-los. A partir de segunda-feira, os animais começam a chegar ao parque. A capacidade inicial aqui é de 300 bichos, mas podemos aumentá-la — disse o subsecretário Leonardo Fischer.
O gatil tem um centro de esterilização gratuita do Programa Bicho Rio, um ambulatório para atendimento dos animais abrigados, um posto permanente de adoção de felinos, 20 abrigos para os gatos e um depósito para guardar ração.
A obra mal foi inaugurada e já suscita críticas. A presidente da Associação Nacional de Implementação dos Direitos dos Animais, Andrea Lambert, disse que o gatil não está bem localizado:
— O local é totalmente inadequado, numa via muito movimentada, barulhenta. Eles precisam colocar segurança ali, alguém que evite que invadam o parque e façam maldade com os gatos. Além disso, durante o carnaval, há queima de fogos no Sambódromo. Será um estresse muito grande para eles.
O subsecretário, no entanto, garante que o gatil está num espaço adequado. Segundo ele, o parque fica recuado e o barulho não será prejudicial aos bichos. Presentes à inauguração, integrantes de sociedades protetoras de animais tinham outra queixa: o lugar não tem o que eles chamam de “negativo” — uma placa colada ao alambrado para impedir que os gatos o escalem e fujam.
— Foi usada a mesma proteção de tela que existe no Campo de Santana, e lá os gatos não fogem. Por isso, mantivemos o padrão — explicou Leonardo.

O gatil tem um posto permanente de adoção de felinos.

Um comentário:

  1. "GOSTARIA DE COMUNICAR QUE A SECRETARIA ESPECIAL DE PROMOÇÃO E DEFESA DOS ANIMAIS (SEPDA) RETIROU ARBITRARIAMENTE TODOS OS GATOS QUE ESTAVAM INTERNADOS NO AMBULATÓRIO DO CAMPO DE SANTANA PARA A FAZENDA MODELO, INDO DE ENCONTRO AO QUE ESTÁ REGISTRADO NA ATA DE 10/07/2012!

    PEÇO EM NOME DOS GATOS DO CAMPO DE SANTANA QUE TODAS AS PESSOAS QUE RESPEITEM E GOSTEM DE ANIMAIS, COMPAREÇAM NESTA SEXTA-FEIRA (03/08/2012) AS 12:00 HORAS EM FRENTE AO PRÉDIO DA PREFEITURA - RUA AFONSO CAVALCANTI 455 - CIDADE NOVA. OBRIGADA"

    ResponderExcluir

Recent Visitors