Seguidores

domingo, 1 de julho de 2012

Restaurante só para cães no Rio de Janeiro



Restaurante só para cães no Rio de Janeiro




Arroz integral, aveia, chuchu e inhame estão entre ingredientes do prato.
Novo conceito de alimento pet promete maior longevidade dos cachorros.

chuchu, inhame, aveia em flocos, sementes de linhaça e de abóbora e algas marinhas. Estes são os ingredientes de um prato servido em um restaurante só para cães, inaugurado há duas semanas em Copacabana, Zona Sul do Rio. Sem conservantes e corantes, com Ômega 3 e 6, vitaminas e sais minerais, o alimento não industrializado e fresco promete ser a nova onda de alimentos pets no Brasil.
“Na Suécia a alimentação natural pra cães já existe há 40 anos. A gente viu que no Brasil não tinha e que lá fora isso já era tendência há tempos”, explicou a dona do novo empreendimento, Roberta Camara.
Segundo ela, o alimento tem registro do Ministério da Agricultura e oferece inúmeras vantagens em relação a uma ração comum, como, por exemplo, garantia de maior longevidade, menor propenção a doenças e alergias, pêlos mais bonitos, limpeza dos dentes mais fácil e cães mais ativos.
Roberta argumenta que muitos cachorros que costumam deixar a ração industrializada de lado passam a comer mais com o alimento natureba, já que é mais saboroso. Além disso, ela garante que emagrece. Os alimentos naturais cozidos seriam ideais para cães obesos.
restaurante de cachorroUm poodle  frequentador do restaurante se alimenta de ingredientes naturebas (Foto: Divulgação)
Novo conceito
O restaurante, explica Roberta, é apenas para divulgar o novo conceito de alimentação para cachorro. Mas nos últimos dias o espaço em Copacabana também tem feito sucesso. A loja já tem público fiel e até horários de pico no novo "point pet". “De manhã é das 10h30 as 11h30 e a tarde, das 16h30 as 17h30. Fica uma cachorrada aqui”, brincou ela.
Uma das clientes assíduas, a tradutora de cinema Lúcia Pessanha afirma que seu poodle, de 12 anos, parou de ter problemas de colite e gastrite desde quando começou a comer o novo alimento . “Para ele, que é um cachorro que tem uma doença, foi ótimo. Nunca mais teve dor, cólica, vômito, diarréia, nada. E acabou o problema ‘não gosto de ração’, agora come tudo”, contou ela.
SaboresAs comidinhas naturebas foram desenvolvidas com a ajuda de uma especialista em nutrição animal e uma zootecnista. No cardápio, pratos de carne, frango, cordeiro e ainda um especial para filhotes. O restaurante conta ainda com uma veterinária na equipe.
Na loja, os cães se deliciam com o alimento cozido na hora. Mas a partir da próxima quinta-feira (6), a versão congelada dos pratos estarão disponíveis em Pets Shops de Botafogo, Copacabana, Gávea, Leblon e Urca, todos na Zona Sul, além do Norte Shopping, na Zona Norte do Rio.
“Tem uma moça da Tijuca que veio aqui e levou 10 pacotes de comida, voltou dois dias depois e pegou mais 10. Tem gente que vem da Barra, a dona de uma cachorra com quimioterapia que agora adora nossa comida”, contou a donda do restaurante.
retaurande de cachorroRoberta brinca com cães em frente ao restaurante
(Foto: Divulgação)
De acordo com Roberta, a ração seca é menos palatável do que a comida natural. “A ração seca eu botava e ficava o dia inteiro rolando, eles não comiam. E eu dava dos mais caros”, disse ela, que possui um pastor alemão e dois Jack Russel.
Ela contou que a grande maioria dos clientes do restaurante afirma que incrementa o prato dos cães com alguma coisa além da ração comum. Mas ela alerta que esse hábito não é saudável. “A ração já tem um balanceamento perfeito. Quando o dono coloca um peito de frango ele está colcando uma overdose de proteína”, explicou ela.
Os donos do novo pedaço
A ideia de implementar no mundo pet do Rio de Janeiro a alimentação natureba, que já é usada nos Estados Unidos e na Europa, partiu não só de experiências com os três cães que Roberta tem em casa, mas também de uma vontade, junto com o marido, de largar o emprego tradicional pra trás e começar uma vida nova.
Historiadora, a carioca largou a carreira que tinha em uma instutuição pública. Jorgen, que é sueco, abandonou o trabalho na bolsa de valores. Apaixonados por animais, os dois resolveram trabalhar com prazer. “A gente estava cansado do que fazia ”, confessou.
 
Serviço:
Pet Delícia
Rua Anita Garibaldi, 60 – Loja A – Copacabana
www.petdelicia.com.br
 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Recent Visitors